Melatonina – Para que serve e Como tomar

melatonina_29293_l

A melatonina é um hormônio produzido naturalmente pelo organismo que possui como principal função regular e melhorar a qualidade do sono. Além disso, a melatonina promove o bom funcionamento do organismo e atua como antioxidante, sendo capaz de regenerar células epiteliais expostas à radiação ultravioleta excessiva, por exemplo, e neuronais, como no caso de isquemia.

Esse hormônio é produzido pela glândula pineal, que só é ativada quando não há estímulos luminosos, ou seja, a produção de melatonina só ocorre à noite, estimulando, assim o sono. Por isso que é importante evitar luminosidade, estímulos sonoros ou aromáticos que possam acelerar o metabolismo e diminuir a produção de melatonina. Geralmente, a produção de melatonina diminui com o envelhecimento e é, por isso, que os distúrbios de sono são mais frequentes em adultos ou idosos.

No entanto, a melatonina pode ser ingerida na forma de suplemento, como Melatonina Optimum e Melatonin, ou remédios, como Melatonina DHEA, que ajudam a facilitar o sono e que podem ser comprados em farmácias, lojas de produtos naturais ou farmácias de manipulação, por exemplo.

A melatonina custa em torno de R$ 50,00, porém pode variar de acordo com a concentração de melatonina por cápsula, marca e local de compra.

Para que serve a melatonina

A melatonina, além de ser muito utilizada para ajudar a pegar no sono, tem outros benefícios que incluem:

  • Controlo na produção de hormônios sexuais femininos;
  • Efeito antioxidante nas células;
  • Fortalecimento do sistema imune.

Devido a estes efeitos, a melatonina, além de tratar a insônia, também pode ser indicada para o tratamento da menopausa, fibromialgia, câncer de mama ou próstata, Alzheimer e isquemia.

Como tomar melatonina

O suplemento de melatonina deve ser receitado por um neurologista ou especialista em distúrbio do sono, podendo ser recomendada a ingestão de até 3mg 1 hora antes de dormir. Esse suplemento pode ser indicado para tratar a enxaqueca, combater tumores e, mais frequentemente, insônia.

Apesar de ser um hormônio produzido naturalmente pelo organismo, o uso do suplemento de melatonina pode causar alguns efeitos colaterais, como dor de cabeça, náusea e até mesmo depressão. Por isso, o uso de suplemento de melatonina deve ser recomendado e acompanhado por um médico especialista.

Uma boa alternativa para aumentar a concentração de melatonina no organismo é consumir alimentos que contêm esse hormônio, ajudando a adormecer.

 

Fonte: www.tuasaude.com

Share on facebook
Facebook 0
Share on google
Google+ 0
Share on twitter
Twitter